Core-PB

Atendimento online
Clique aqui e tenha acesso aos principais serviços pelo Setor de Atendimento do Core-PB.
  • portal-da-transparencia
    Transparência e prestação de contas
  • denuncie
    Denuncie o exercício ilegal da profissão
  • info
    Transparência e prestação de contas
  • denuncie
    Denuncie o exercício ilegal da profissão

IA generativa no varejo traz economia e melhoria da experiência do cliente

IA generativa no varejo traz economia e melhoria da experiência do cliente

Além dos assistentes virtuais e chatbots, tecnologia ajuda com a segmentação de clientes e automatiza processos em empresas

A aplicação da tecnologia no varejo vem mudando toda a cadeia em diferentes vertentes, principalmente a melhoria na experiência do consumidor e a economia na operação das redes. Mais do que receber promoções de acordo com o seu perfil ou preferências, a Inteligência Artificial generativa mostra a evolução da ferramenta ao produzir conteúdo usando a linguagem do usuário.

De acordo com Américo José, sócio diretor do grupo Cherto, a IA ajuda bastante a personalização da experiência do cliente ao segmentar o público com precisão e fazer análises de sentimentos para ajustar estratégias. “Tudo isso melhora a eficiência e a satisfação do cliente e faz com que ele retorne. Além das campanhas, a IA generativa pode criar descrições de produtos, posts em blogs, além dos assistentes virtuais e chatbots, que melhoram o atendimento. Também ajuda na segmentação de clientes e automatiza processos”, explica.

 

Além de economizar tempo automatizando a criação de conteúdo, Américo destaca que a ferramenta também ajuda empresas do varejo em tarefas estratégicas. “A IA consegue até sugerir embalagens mais atrativas para determinados produtos”, afirma o sócio diretor do grupo Cherto.

Otimização e experiência

Alberto Serrentino, fundador da Varese Retail, empresa especializada em estratégias para o varejo, acredita que a IA é uma agenda inevitável para todos os negócios, mas, para o varejo, o impacto potencial é muito grande. “Podemos pensar na aplicação de IA no varejo em dois grande blocos: otimização e experiência. Granularidade e velocidade nas decisões têm impacto relevante nos processos-chave do varejo, como planejamento, sortimento, estoque, abastecimento, supply chain, precificação, rotina operacional em loja. Tudo isso pode ser potencializado por IA produzindo ganhos relevantes de eficiência, produtividade e de qualidade na gestão”, analisa.

 

Serrentino ressalta que, por outro lado, a IA melhora a experiência do cliente em diferentes aspetos. “A operação fica mais assertiva com melhorias na qualidade do estoque, na disponibilidade de produtos, na precisão na precificação. Se por outro lado você começa a customizar e personalizar mais, conseguindo individualizar o relacionamento, a comunicação e as alavancas promocionais, a experiência do cliente melhora como um todo”, ensina o fundador da Varese Retail.

 

Para Alexandre van Beeck, especialista em experiência do cliente, as lojas do varejo são mais do que pontos de vendas, são plataformas de mídia onde as tecnologias emergentes abrem novas oportunidades para as empresas criarem narrativas que engajem emocionalmente os clientes. “A inteligência artificial abre oportunidades para personalizar experiências e comunicar mensagens de marca de maneira mais eficaz do que nunca. Tanto no online como nas lojas e no relacionamento offline”, conclui.

Fonte: SuperVarejo